20 julho 2015

May the dream comes true


    Não é o mais forte sentimento que alguma vez vivi, mas é muito intenso! Não há um dia em que não me invada o pensamento. Não há um dia em que não o encontre numa frase, numa música ou numa memória. Lembram-se do Sr. Misterioso? (se não, aqui) Nunca cheguei a expressar-lhe os meus sentimentos, nem perto disso. Após as aulas terminarem falei com ele por mensagens três vezes (as únicas vezes em três anos), no entanto, foram conversas curtas, já que não estava disposta a fazer-lhe um interrogatório para que o diálogo continuasse. Não quero incomodar, não quero ser chata, não quero que ele perceba que tenho outras intenções (acho eu). Nunca o vejo na rua, não vai a festas da região, não sai com os amigos e eu não tenho coragem para o convidar a ir tomar um café ou dar um passeio. Fico sempre com receio de que ele pergunte o porquê de eu o estar a convidar, o porquê de o escolher a ele e não a uma amiga ou então da sua recusa e por isso acabo por não fazer nada. Eu sou super tímida, ele também e nunca fomos próximos apesar de termos sido da mesma turma durante três anos. Não sei como explicar a personalidade dele, por isso o acho tão misterioso. Fico derretida com o seu olhar e com o seu sorriso tão terno. É estranho, sabem?! E eu gosto dessa misteriosidade, dessa sua discrição. Além disso, identifico-me com ele, os gostos e os "desgostos", a calma e a razão. Ele é... diferente, único... 
      Sonhei com ele há dois dias e não imaginam a felicidade que corria nas minhas veias durante esse sonho. Eramos como que mais que amigos, ele parecia estar interessado em mim e claro, o sentimento era recíproco, mas, lá está, era apenas um sonho, um bonito e desejável sonho!
 
       O que fariam no meu lugar? Já conheceram/gostaram de uma pessoa assim?

18 comentários:

  1. Fala com ele :)
    Eu acho que se estivesse no teu lugar falaria com a pessoa :3

    ResponderEliminar
  2. Eu tentava aproximar-se dele, vai à luta :)

    ResponderEliminar
  3. Eu não gostei de uma pessoa assim, mas fiz um amigo assim, era muito reservado, ele...Tive de ser eu a falar e ainda demorou a conhecer-mo-nos...Não perdes nada em tentar...
    r: Ahah só se fosse a escrever...xD Só para veres como era acessível, média nos 12,0, a primeira vez em muitos anos...E costumam ser...Então pois! Fui ver as múltiplas, vê lá tu que as acertei todas, 3 ao calhas xD Pois depende mesmo...Eu acho que um dos instrutores emprestou à minha mãe para me dar...Vais pois :p

    ResponderEliminar
  4. Por vezes a intensidade conta mais :) aproveita e sê feliz

    ResponderEliminar
  5. As pessoas assim misteriosas são difíceis de entender... Espero que consigas tomar o tal café!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  6. Esse tipo de rapaz é o que mais me atrai. Transmitem-me uma calma enorme e fazem com que queira saber mais sobre eles, deixam-me com curiosidade (nem sei bem explicar). Tenta falar mais com ele ou assim e se têm amigos em comum podias primeiro convidá-lo para sairem em grupo.

    ResponderEliminar
  7. R: Eheh, nós tratamos-o que nem um Lorde :)

    ResponderEliminar
  8. Muito igual a mim, aconteceu-me situação parecida. Também sou muito timida :)

    ResponderEliminar
  9. Tímida como sou, provavelmente agiria da mesma forma. E precisamente por ser assim, ainda que pareça contraditório, é que te vou dizer para arriscares, para ires em frente. Nem que seja ir só tomar café, nunca se sabe o que poderá resultar daí!

    r: Obrigada*

    ResponderEliminar
  10. Tens alguma coisa a perder? A mim parece-me que não, por isso no teu caso eu arriscava, mandava-lhe uma mensagem e convidava-o para um café :) força!

    ResponderEliminar
  11. Talvez um dia ganhes coragem para lhe dizeres algo ou combinarem qualquer coisa. Parece sem dúvida ser misterioso, mas se têm algo em comum isso já é bastante bom!

    ResponderEliminar
  12. Tenta aproximar-te aos poucos, é capaz de ser mais fácil para os dois... :)

    ResponderEliminar
  13. Se não fizeres nada ficarás sempre a pensar "e se...". Acho que devias ganhar coragem e aproximar-te dele. Que se lixem os porquês e os e se... :)

    ResponderEliminar
  14. não sei o que faria no teu lugar, mas compreendo bem a tua situação... beijinho querida :)

    ResponderEliminar
  15. Identifiquei-me em cada letra deste texto.
    Não sei porque mas não falo muito disto no blog.
    No entanto sim, neste momento passo pelo mesmo que tu.
    Até na parte de não querer mandar mensagens para não parecer chata me identifico!

    ResponderEliminar
  16. Não te arrependas daquilo que deixaste por fazer. Faz, se não der certo sabes que pelo menos tentaste.

    ResponderEliminar
  17. O "não" está-nos sempre garantido e muitas vezes deixamos o medo impedir-nos de fazer muita coisa, de conhecer muita gente, começar amizades. Mesmo que não dê em nada vais sentir-te melhor pois puseste os teus medos de lado. Não quero soar dramática mas apenas a morte não tem solução nesta vida, tudo o resto são apenas vivências, boas ou más, e o que importa é como as encaramos. Sou uma pessoa mega tímida e digo-te que até agora só me arrependo daquilo que não fiz. "Better an "oops" than a "what if"" :) beijinho

    ResponderEliminar